Foto de “yoga” não a define.

Roupa de yoga, não… não existe. Pratique de roupa ou nu se você quiser.

Paisagens belas, palavras zen, sorriso suave, voz mansa, até mesmo a meditação por si só, não define, não representa, não tem um significa em si.

Existe uma forma de ver e viver a vida e é possível detectar naqueles que tem cara normal (não precisa ser santo, mundano, profano ou sagrado. tudo está incluído), naqueles que sabem viver a vida com sabedoria, que erram, mas buscam aprimorar as suas atitudes, que buscam o amadurecimento da mente para uma melhor compreensão acerca do mundo, da vida, do seu propósito nessa existência.

Yoga também é reflexão, é enxergar e respeitar o próximo e a si mesmo. É viver a sua vida, da forma que cabe somente a você viver, o seu papel no mundo, da melhor forma possível.

Aos poucos tudo e todos se acomodam exatamente assim como são.

Yoga

Nada, nem ninguém mais tira a sua paz, pois você encontrou a paz que você já é. Esse é o propósito.

Respeite o espaço do outro. O yoga ou não do outro. A vida do outro. A história do outro. O caminho do outro. Se você tem o olhar de yoga, os outros não estão errados, estão no espaço deles. Aonde deveriam realmente estar.

Lute por aquilo que você acredita, não pelo que desacredita.

Palavras ensinam. Exemplos arrastam. Não diga, seja o que você quer falar aos outros.

Permita-se apenas SER humano, pois do contrário estamos apenas repetindo padrões e quando repetimos algo é por que não estamos no momento presente, não estamos atentos ao que realmente esta acontecendo aqui e agora, não estamos plenos, em yoga.

Namaste

Para participar do nosso grupo de Meditação, clique no link: QUERO PARTICIPAR

 

VOLTAR

Categorias: Yoga

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *